• Lúcia Lemos

A referência!


Momento de falar sobre uma coisa séria: REFERÊNCIA!


não essa referência

Então, muitos desenhistas acham que usar fotos para embasar seus desenhos é "coisa de gente fraca", "sem criatividade" ou ainda que "não é necessário"...

>>>>>> PARA QUE TA FEIO! <<<<<<


Todo artista usa referência! É copiando que o ser humano aprende. Não seja orgulhoso, não tem nada de errado em usar uma referência quando pintar aquela dúvida na hora de desenhar! Ou mesmo antes de desenhar. A referência é um apoio, uma ajuda super útil.

Uma coisa feia é copiar toda a imagem. Se for a nível de treino, sem problemas, é até legal compartilhar isso - vide fotos de cadernos de desenhistas. Mas até em trabalhos comerciais é necessário usar referência. Seja para pose de personagem, anatomia (é muito importante o cuidado com anatomia!), cenários, rostos...

O autor de Shingeki no Kyojin, Hajime Isayama, usa uma revista com várias expressões faciais para poder criar aquelas expressões horrendas de seus titãs. Os animadores da disney fazem suas próprias referências com artistas e modelos. Com elas, criaram animações belíssimas!



Ano hana, um anime muito lindo, é cheio de referências de cenários reais. Virou uma competição dos fãs encontrarem os lugares que inspiraram os animadores:


Eu, por exemplo, vivo me fotografando para criar referências para as artes de Aika (aquela foto esta meio bizarra com a vassoura, mas ainda acho mais tranquilo do que o pessoal de "Como treinar seu Dragão", que contrataram atores para fazer "movimentos de dragões"). Na verdade, minhas principais cobaias são meu namorado e minha irmã, mas eles me matam se eu postar as fotos que usei...

Então, é isso! Não deixe de usar referências achando q isso tira sua criatividade ou te diminuí. Pelo contrário! A capa atual de Aika teve como base várias referências de montanhas reais. Quanto maior seu banco de referência (fotos de viagens, até amigos), mais idéias e inspirações você terá \o/

Bjks e até o próximo post!

10 visualizações
© 2017 Lúcia Lemos - Todos os direitos reservados